domingo, 30 de novembro de 2008

Desprezo

Ignoras
o que sinto por ti
Desprezas o cuidado
que a ti devotei

Não vês o amor
com que escolhi te amar
Nem notas onde estou
Sequer sabes por onde passei

Tu não sabes
Mas estou onde sempre estive:
aqui!

Hugo Rocha

2 comentários:

C. disse...

mto bom voltar aqui, hugo!

parabéns pelos textos, que continuam excelentes.
não sou muito de comentar, mas quero poder ler cada palavra que você escrever, e agradeço a oportunidade.

abração;

Ruivaaaa... disse...

É as vezes as pessoas q menos merecem são desprezadas tbm...onde o amor seria o bastante,o ideal!