segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Nada mais

Tamanha beleza
que de mim sai;
assusta-me!

Alegria sincera,
exultação que surpreende
minh’alma

Satisfação,
por apenas viver!

Do pó vim
Para ele tornarei
Sem nada levar

Em minha memória
Em meu último suspiro
Somente lembranças
Nada mais

Hugo Rocha

2 comentários:

Andy disse...

simples e belo... singelo... =D

Andy disse...

Êeee... que notícia boa... =]
Estarei aki torcendo pra que dê tudo certinho!
Espero que dê tudo certo pra antes de retornarem minhas aulas... xD

abração