terça-feira, 24 de março de 2009

Sabedoria (?) popular

No ônibus, indo para o centro de BH, presenciei o seguinte diálogo, na tarde de ontem:

O motorista vira para um senhor que ocupa a área especial para maiores de 65 anos e pergunta:

- E o Clodovil, morreu mesmo? Acabou que não liguei minha TV desde o dia em que o senhor me falou. Eu fico até um mês sem ligar ela.

Ao que o senhor responde:

- Morreu mesmo! É... no Brasil, a pessoa precisa morrer pra gente descobrir que ele era um grande homem.

O motorista, intrigado, questiona:

- De quem o senhor está falando?

- Do Clodovil. Ele era um grande homem. Deu pra ver pelas reportagens.

- Ah, o senhor vai me desculpar. Grande ele até podia ser, mas homem... não!

Um comentário:

Andy disse...

rs...
apesar de doente... consegui rir disso...