quarta-feira, 27 de maio de 2009

Uma nova terra procuro

No Silêncio procuro
Busco uma resposta
Ou, talvez, o silêncio
Decisão que amedronta

Solidão se apossa de mim
Companhia me é necessária
Realidade e desejo se opõem
Embate dilacerador, cruel!

Não escolho a solidão
NUNCA farei tal escolha
Assumo: sou incapaz!
Só escolhi o Amor
como Vida e Caminho

Recuso tudo aquilo
que não posso honrar
E sou humano demais
pra escolher a solidão!

Mas...
Não quero caminhos previsíveis
Não quero aquele que já foi trilhado
Não quero seguir sem criar

Escolhi andar por um caminho novo
Abrir uma trilha ainda impensada
Ser desbravador de mim mesmo

Meu desejo é apenas um:
que essa trilha me leve a uma nova terra,
totalmente desabitada!

Hugo Rocha

3 comentários:

Willcomjc disse...

Excelente! Muito bonito meu amigo.

Te amo!

Andy disse...

É bom ver como seus poemas evoluíram... gosto do jeito como vc usa as palavras para expressar os sentimentos... Já consigo reconhecer perfeitamente vc em suas palavras, no jeito de escrever...
Saiba que mesmo que não possa responder... Quando vc precisar, eu estarei olhando as estrelas e viajando para te dar o máximo de apoio que eu puder...

=D

Danilo Fernandes disse...

Navegando por ai achei seu blog. Surpresa boa. Vou segui-lo a partir de agora. Quando tiver um tempinho, vá visitar meu blog também, o Genizah.

A paz!

Danilo


http://genizah-virtual.blogspot.com/