sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Em meu coração...

Pode parecer clichê, mas uma vida inteira ainda é pouco para agradecer o que meus amigos fazem por mim. Um dia alguém me disse que o Amor não valia a pena, mas hoje tenho certeza do contrário. Acreditar no Amor é um investimento que satisfaz... Pode até ser a longo prazo... Mas, quando os frutos chegam, a gente vê que todo e qualquer esforço não foi em vão.

Essa quinta-feira, 24 de setembro de 2009, poderia ter sido apenas um dia como qualquer outro. Muita gente sabe da minha falta de afeição pelos cumprimentos vazios que as pessoas dão umas às outras nos aniversários. Pois é... Ontem foi o meu aniversário! E, como é de praxe, fiz questão de não alardear a data. Não a publiquei em redes sociais. Nem sequer soltei fogos! Com quem sabia, comentei normalmente...

Não esperava nada nesse dia. Apenas a presença já costumeira dos meus melhores amigos. Pessoas que estão em minha vida com tanta frequência, tanto que um dia a mais ou a menos não significaria muita coisa... Mesmo sendo o dia em que nasci.

Mas a vida é surpreendente. E é quando a gente menos espera, que mais recebemos. Não falo do material. Dispensável é explicar isso pra quem convive comigo. Falo de tudo aquilo que recebi ontem. Amizades verdadeiras, manifestadas na espontaneidade da lembrança, na sinceridade de um abraço e de um beijo, na alegria sincera de uma presença por opção, vontade de estar perto.

Há momentos em que as palavras me fogem. É nessas horas que me pego pensando na injustiça da vida: por que, sendo tão mau como sou, eu tenho tanto? Enquanto tantos têm tão pouco? Não há outra resposta, senão que a Graça e o Amor dEle é que dão sabor à minha vida... é Ele quem escolhe fazer flores tão belas nascerem em meio à tristeza de um jardim, às vezes tão sujo e descuidado, que habita meu coração!

Sim, há momentos em que as palavras me fogem! E é nessas horas que as lágrimas surgem. Nunca imaginei poder chorar copiosamente sem um motivo ruim. Chorar muitíssimas lágrimas apenas por sentir que sou verdadeiramente amado. Saber que recebo os abraços de pessoas de quem eu não mereceria sequer um dos braços, apenas pra ajudarem-me a levantar.

Na madrugada do dia 25 de setembro de 2009, confesso que chorei! Grato por tanto amor e carinho que recebi – e recebo! – de graça! Constrangido por não ser bom o suficiente pra corresponder à altura aqueles que tão incrivelmente me marcam e me ajudam, dia após dia, a ser um pouquinho melhor. Ou, quem sabe, um tanto menos pior...

Amo vocês! Indispensável é citar nomes. Quem lê, entenda! E saiba, conscientemente, se é incluído naquilo que aqui escrevi – e, claro, no belo jardim que vocês fazem florescer em meu coração!

Hugo Rocha

3 comentários:

Vicko Augusto disse...

Amigo..
que lindo o que vc escreveu..
Mas a gente colhe o que plantou neh..
se hj vc recebe todo esse amor, é pq um dia, vc plantou amor..
E comigo não foi diferente...
Aprendi muito com vc...e bons momentos tive ao seu lado...momentos que marcaram pra sempre a nossa amizade...
E desde então meu amor por você só aumenta...
"Obrigado por fazer parte, da parte mais bonita da minha história!"

Te Amo...sempre...

André disse...

=D
Belo texto!

Michael Leonardo disse...

Lindas palavras...
Agradeço a Deus muitão por vc existir e por eu ter te conhecido.
^^
EsPeCiiiALLL