terça-feira, 14 de julho de 2009

[Contradição™ 2006-2009] Breves palavras sobre uma intensa amizade

Deixa comigo Kennedy.

Ainda tenho 21 anos. Sou um menino que conjectura coisas na vida, mas aprendi bastante – não o suficiente, enfim, nunca o suficiente – sobre o amor.

Uma das proezas do amor é sua transcendência: Não obedece a geografias, não se limita a tempo, não sucumbi ante as circunstâncias – isso quando firme e consolidado.

Sábios foram os teólogos que dividiram o amor em “seções”: Ágape (amor de Deus), Eros (amor de desenvoltura sexual), Filos (amor de amigo, irmão). Na verdade não se trata apenas e simplesmente de divisões do amor, mas adequações às circunstâncias que dinamizam a existência.

Conheci o Hugo pelo twitter – essa ferramenta consegue unir, mais do que muitas comunidades -, o que me deixou curioso foi o Nick: Hugondim. Mas, para minha grata surpresa, trata-se de um apelido, fruto do seu encantamento e fascínio com Ricardo Gondim – Aleluia! Eu também amo muito o Pastor Ricardo, alguns até me apelidam de ‘Ricardólatra’...tudo com muito equilíbrio e sensatez.

Pois é, com o tempo – menos de 6 meses – nosso vínculos se fortaleceram, fincaram-se sobre a Rocha (Cristo) e hoje tenho o prazer de passar pelo seu perfil no Orkut para dizer a ele que “o amo”.

Na verdade o filos nos envolveu. Hugo mora em Belo Horizonte-MG e eu em Diadema-SP, nunca nos vimos pessoalmente, eu nunca ouvi sua voz, nunca lhe dei um abraço, ainda não sentei à mesa com ele para comer e beber, mas a transcendência do amor se fortalece entre nós.

Considero a amizade algo mais excelente que o casamento - não creio que exista casamento sem amizade -, é a mais doce expressão da trindade, posto que Ela, a bendita família, é um abraço eterno entre três grandes amigos que se querem bem, a ponto de não subsistirem por si só.

Tenho pra mim que alguém é meu amigo “de/na verdade” quando me ponho a falar com o Altíssimo e logo me lembro de interceder por este amigo; o Hugo é um dos primeiros que me chegam à consciência. Ainda que distantes, posso sentir as vibrações do seu coração, mesmo quando conversamos sobre futebol – ah, como é gostoso falar de futebol com ele.

O ‘contradição’ chega aos seus três anos e, mesmo que o conheça há 6 meses, já me sinto em casa. Normalmente a casa de um amigo é nossa casa também, temos a liberdade de abrir a geladeira e etc. Confesso: Venho aqui para me alimentar. Sinto que o ‘contradição’ é uma belém (casa de pão) na internet para mim. Mesmo que cheio de contradições, consigo olhar nas entrelinhas e perceber alguém apaixonado por Cristo e pela vida e isso me basta.

Meu amigo, mais uma vez: Parabéns pela contradição de cada dia! Sua vida me inspira...poderia escrever um livro com sua história, seus relacionamentos com as pessoas e com as feridas que você encara; mesmo assim cheio de graça e amor. Parafraseando o Pastor Ricardo, eu também tenho inveja de quem consegue amar como você, compreendo suas limitações e falhas, tal como o Kennedy (como gostar do Diante do Trono, rárárá), mas mesmo assim, não tenho vergonha de dizer que Te amo!

Will
Ele já contou como nos conhecemos. O detalhe é que de apenas uma pergunta despretensiosa surgiu uma das melhores conversas que já consegui ter através do MSN (não costumo ter muita paciência pra conversas virtuais). Will é um cara apaixonado pela mensagem do Evangelho e uma das pessoas que me motiva a continuar acreditando na transformação dessa sociedade através do Amor. Seus textos são como bálsamo para o meu coração. Suas palavras têm o raro poder de tocar no mais profundo território da minha alma. Talvez por isso nossos corações tenham se encontrado. Ele pode ser lido no (ótimo) blog Celebrai!

3 comentários:

Kennedy Lucas disse...

Ter AMIGOS assim, pra mim é uma honra, no sentido completo da palavra.

As palavras se enchem de brilho
se enchem de amor
liberam luz
quão grande esplendor!

Palavras tão belas não ví
em nenhum blog por aíu [pra rimar]
tal como são as palavras
nas mãos do Will!
(sério)

manos, nunca parem de escrever por favor!

[Parece que minha tese de que o amor nos faz escrever melhor é verdadeira.]

Willcomjc disse...

Ah, Kennedy, a amizade de vcs é um grande tesouro pra mim! Amo-vos de coração!

Piadinha pertinente no final do comentário!kkk

Como diria o Gerson Borges: É de coração....

.hugo rocha. disse...

a piada foi sen-sa-cio-nal!

:D